sexta-feira, 22 de maio de 2009

É a proposta!

Se você não entendeu essa imagem, tudo bem. É a proposta!


Gente, nós somos capivaras, mas gostamos de pagar uma de intelectual e frequentar os eventos e a classe alternativa da cidade. Mas tem coisa que pra gente é demais.

Hoje tem apresentação de um grupo de teatro de Campinas, o Lume Teatro, que o pessoal "ditiatro" idolatra, mas a gente prefere lançar uma pergunta. Alguém que assiste eles conseguem entender alguma coisa? Porque a gente jura que tentou, mas a última vez dormimos mais de meia hora no Nelson Castro. Até um sênior, irritado com nosso descaso, começar o seguinte diálogo:
- Respeitem os artistas!
- Cumã? Ah é que não entendemos nada...
- É a proposta! Pseudos-intelectuais...
Pena que na época não andávamos com nosso desfibrilador portátil. Quase tivemos um ataque de riso. Confessamos que até hoje a gente rola de rir do sênior dizendo isso pra gente. E sempre imaginamos que enquanto a gente tá em um posto morrendo de beber, ele deva estar em um chá na casa da Claúdinha. E chegamos à conclusão que ser pseudo-intelectual é muito mais divertido.

Mas como somos brasileiras e não desistimos nunca, é claro que vamos ver esse espetáculo também. Até porque, se essa história de artistas que visitam Rio Preto e "acordam" mortos continuar, pode ser a última vez que vemos eles, né.

3 opiniões capivarísticas:

smackpot disse...

isso que tá acontecendo hj, em vez de ter dar algo pronto, mastigado que tem começo, meio e fim, não. Eles preferem dar algo pra vc pensar, tirar suas próprias conclusões. Que no final das contas você não vai entender porra nenhuma :).

Capi adiciona meu blog aí do lado pra desprezar "a absoluteza" do nada.

Danilo disse...

Eu que sou de Campinas e me acho bem pseudo-intelectual muita vezes também não entendo o Lume.

Cloridrato disse...

Tirei o chapéu e mudei de opinião em relação ao Lume, depois de assistir a peça Café com Queijo, no sábado a noite no SESC, foi de arrepiar.
Simplesmente emocionante!!

by TemplatesForYouTFY
SoSuechtig, Burajiru