terça-feira, 31 de março de 2009

Volta pro mar oferenda!

Nosso amigo Lui chegou de um cruzeiro e pelo tom de desprezo, não foi nada agradável...


» CRUZEIRO II

Um navio que tem por obrigação, colocar a cada semana 3 mil passageiros a bordo em suas excursões brasileiras, precisa adotar a massificação como estratégia de crescimento e adaptar-se para preencher suas disponibilidades com um magote de gente e oferecer prestações de fazer inveja às Casas Bahia.

Instaurou-se, pois uma nova fase onde mulheres de chapéus, echarpes esvoaçantes e grandes óculos deram lugar a bermudões, tshirts de português de armazém e havaianas. É mais ou menos como preencher um hotel sofisticado com hóspedes do MST.

Percebe-se, a partir do ritual sincronizado do embarque e desembarque cuja diversidade é uma de suas maiores virtudes desses cruzeiros. Foram-se os dias em que o cruzeiro se envolvia numa névoa de refinamento e era uma referência no turismo de luxo, fértil em delícias requintadas. Os cruzeiros já albergaram o charme generoso e o status social, mas não no Brasil de hoje.
Será que é só a gente que gosta do povão? Parcelamos nosso camarote no Fest só por causa da bebida, porque gostamos mesmo é do vucu-vuco. Mas ficamos felizes por esse desprezo da high, afinal, como afirma um livro sagrado ai: "Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;"

"Tô em casa!"

4 opiniões capivarísticas:

- J P - disse...

ELE SE SUPERA A CADA DIA.
QUE CARRO ELE TEM?
QUE MARCA ELE USA?

DUVIDO QUE ELE SEJA TUDO ISSO MESMO NESSA CAFONICE...
AH MEU DEUS...

Cloridrato disse...

Claro, cobrando R$ 2.000,00 de cada desavisado pra sair no seu livro, não precisa mesmo pagar parcelado suas viagens. É à vista, e em cash. E dá até pra exigir luxo, exclusividade e sonhar com cenas de filmes a la Titanic.
Como num filme, imagino o Sr. Lui olhando com desdém para os passageiros da segunda classe.
Imagine agora o navio naufragando e o Sr. Lui rindo pra cara dos "com havaianas", enquanto ele é conduzido aos barcos salva-vidas.
Esse Sr. é HILÁRIO !

intelektus disse...

que cara de merda, que monte de palavras de merda... como diz o mesmo livro supra citado: "a boca fala do que o coração esta cheio"..

Esse "véio" cheirando a fralda geriátrica, expressou bem, deixando claro como pensam grande parte dos que acham que são alguma coisa a mais, porque não são.

Que pensamentinho mais arcaico, acho que nem nos século XIX, uma pessoa teria coragem de manifestar esse desprezo por classes "inferiores"...

Inferior mesmo é ter esse preconceito velado e separatista. "Ah, eu não tenho nada contra, des de que, fiquem bem longe de mim"...

Queria que isso ganhasse tamanha proporção que esse livrinho de boteco dele, nao venda nem pra pessoas que comparam espaço.

Sr. Lui, faz bem ficar calado de vez em qdo!

Adalberto.

M disse...

Ridiculo!
Esse é o povo rio pretense, que vive de aparencia e de "status".
Em vez de ele gastar dinheiro com cruzeiros, que no Brasil de hoje não é mais um "Turismo de luxo, fértil em delícias requintadas", porque ele não reverte para alguma coisa mais útil a quem necessite?

Lui, EU TE DESPREZO!

by TemplatesForYouTFY
SoSuechtig, Burajiru