quinta-feira, 18 de junho de 2009

Vende-se um diploma por quatro anos de vida

E o povo clama, o povo nos escreve, o povo se insinua e a gente atende. Depois de muito leitores nos mandarem e-mails solicitando nossa opinião, sobre a decisão do STF a respeito da não obrigação do diploma para exercer a profissão do jornalista, a gente fala. Ou melhor, brinca né?

Porque agora a gente pode trabalhar ao lado de dentistas, jornaleiros, advogados, garotas de programa, artistas e palhaços, todos juntos e misturados, em um grande circo.
Todo mundo confiando apenas no seu grau de bom senso para tentar ser imparcial sem o mínimo de preparo para isso. Como se escrever informações e formar opiniões não fossem algo realmente importante para que se tenha um preparo ou um cuidado na hora de fazê-lo.

Mas na verdade, para uma cidade que tem pedagoga, psicóloga, dentista e não formados em porra nenhuma assinando colunas e matérias, não sabemos por que esse furdunço todo. Até parece que as grandes empresas de comunicação da cidade sempre respeitaram a exigência do diploma...

Mas como o negócio da gente é melhorar o seu humor, vamos fazer o jogo do contente? E tentar ver o lado bom da coisa, por que isso sempre existe. Primeiro, sua vida ficará mais dinâmica. Precisa de tratamento psicológico? Tratar um canal ou uma obturação? Fazer uma escova marroquina? É só virar do lado e chamar sua 'colega' de trabalho. Olha que evolução.

E mais, pensem com a gente, agora sem esse diploma a gente vai poder se divertir com pseudo-jornalistas subcelebridades. Já imaginaram a Rainha da Expo apresentando o Tem Notícias? E o Mister Mundo local escrevendo uma coluna sobre relacionamentos? E ainda, imaginem um jornal do sexo feito pelos Travestis da XV, com contos e histórias escritas pelos próprios.

Ai, não ia ser um sarro? Pensem, o mundo vai ficar muito mais divertido depois dessa decisão do Supremo. Afinal né, palhaçada tem que fazer o povo rir. É ou não é?





Não ri! =/

7 opiniões capivarísticas:

Franklin Catan disse...

Não tem como não rí rsrsrsrsrsrs!!! o mais interessante disso tudo é que agora podemos ser o que quiser eu estava até pensando em ser costureiro, mas eu gosto mesmo é de costurar carne que tal ser um sirurgião? Tem muitos que também não tem diploma!!

Anônimo disse...

Capivaras, sei que são "jornalistas" e escreveram pensando em vocês, mas se vocês fossem realmente mais espertas, não iriam criticar uma decisão dessa, há muito debate sobre isso, e muitos intelectuais se prepararam para escrever nos jornais... não necessariamente fazendo um curso de jornalismo, mas estudando muito e escrevendo bem. Como exemplo, poderia citar: Carlos Heitor Cony, Daniel Pisa, Marcelo Coelho e outros... Então, vamos pensar antes, isso se querem fazer humor inteligente. É isso.

Anônimo disse...

Donas capivaras, pela primeira vez vcs perderao em humor para o bobo toledo, vcs viram o que ele escreveu sobre a nao obrigatoriedade do diploma, foi ilario,, mais ainda sao os post's que estao aparecendo vejam antes que ele apague vale apena.. abrcs,,

Anônimo disse...

Amigo do comentário anterior, antes de ser um cirurgião, é preciso estudar um pouquinho, apenas para não escrever "sirurgião", valeu?! E deixa de ser burro e fazer comparações sem sentido, uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa... sem confusão e com separação! Assim acho que fica mais fácil para você! Acho que falando na linguagem da coisa você pode compreender melhor!

- J P - disse...

Como se odiploma da UNILAGO fosse muita coisa.
Eu já entrei lá e não consegui agüentar nem 6 meses: não havia aula; e olha que eles são conceito "A"...
Na verdade, está tudo errado; pelo menos em jornalismo eu sei que está.
Existem cursos mais rápidos que nos deixam melhor preparados do que uma faculdade de 4 anos.

Anônimo disse...

Apoio com louvor o comentario de JP... tbm tentei... cursar jornalismo na faculdade citada... mas num dá... e qto as gdes empresas de comunicação da cidade... pois é... já sei q um dos maiores veiculos da cidade esta aplaudindo com louvor a nova lei... desde qdo o diploma de jornalismo implica em escrever bem e ser um bom jornalissta???

Anônimo disse...

Capivaras cachorras. Exultem, animais inferiores! Agora até vocês vão poder assinar a revista dos 50 anos de pforissão da Cidinha, sem necessidade de MTB!! Não é o máximo denominador comum?
Quanto à UNilago, imagina se ela formasse os tais "sirurgiões" do nosso estimado leitor... eu mudava pra Riolândia e arrumava um caso com um ex-presidiário!

by TemplatesForYouTFY
SoSuechtig, Burajiru